11 de setembro de 2016

Levantamento da Folha mostra: gestão de Police Neto foi a mais econômica dos últimos 5 anos

Quando presidente da Câmara, Police gastou menos do que seus sucessores, mesmo descontada a inflação

neto-pres-camaraEm série de reportagens sobre a Câmara Municipal, o jornal Folha de S.Paulo mostra neste domingo, 11 de setembro, uma radiografia da Casa. Nela, um item chama a atenção: as despesas ano a ano, desde 2012. Naquele ano, o presidente da Câmara era José Police Neto e as despesas totais da Casa foram de R$ 463 milhões, em dinheiro de hoje (ou seja, já corrigida a inflação). No ano seguinte, sob a presidência de José Américo Dias, a despesa passou a 564 milhões(21,4% a mais em valor real) e, em 2014, subiu ainda mais, para 586 milhões (26,5% de aumento em relação em 2012, também em valor real, descontada a inflação).
   Isso reafirma o cuidado com que Police Neto sempre tratou o dinheiro público.
   Não é à toa que Police é o único vereador de São Paulo que dispensou o carro oficial. Isso representa uma economia de 23,6 mil reais por ano. Para se ter uma ideia, ao fim de um mandato de 4 anos, o dinheiro seria suficiente suficiente para construir uma creche para 200 crianças.
   É preciso retomar o cuidado com o dinheiro público na gestão da Câmara Municipal de São Paulo. É o que os paulistanos esperam.

 

Notícias Relacionadas